segunda-feira, 28 de abril de 2014

Grêmio Prudente 1x0 VOCEM: Armadilha do destino!

Clube mariano segurava fora de casa o resultado que lhe garantiria a retomada da liderança no Grupo 1, mas um gol de falta aos 49 minutos do 2º tempo definiu a vitória dos anfitriões
Tiago Soller fez sua estréia pelo VOCEM em Presidente Prudente
Depois de ingressar com duas vitórias no Campeonato Paulista da Segunda Divisão, o VOCEM acumulou seu segundo tropeço consecutivo durante a 4ª rodada do estadual. Embora tenha apresentando bom futebol diante do Grêmio Prudente ao longo dos 90 minutos, o Esquadrão da Fé acabou traído pelo destino com um gol antológico no desfecho do confronto.

Um resultado para se lamentar, já que o empate seria suficiente para devolver ao clube de Assis a ponta de sua chave. Após a conclusão da rodada, o time bordô e branco ao menos se mantém na zona de classificação para à próxima fase, somando os mesmos seis pontos do Bandeirante de Birigui (2º colocado graças aos critérios de desempate). O líder é o Grêmio Prudente, que chegou a oito e resiste como o único invicto do grupo.

O jogo:

Precisando se recuperar do revés no derby local, o VOCEM entrou em campo no estádio Prudentão com algumas novidades. A primeira delas foi a vestimenta da equipe, que estreou seu uniforme branco nessa  temporada. O técnico Buião também foi obrigado a mexer em seu meio-campo, já que não pôde contar com os volantes Severo (lesionando as vésperas do embate) e Diego Volpini (suspenso pelo terceiro cartão amarelo).

Celsinho e o uniforme branco do Esquadrão da Fé
Assim, a comissão técnica optou pelas entradas de Tiago Soller (apresentado em meio à última semana) e Thiaguinho (que foi titular durante toda pré-temporada, mas terminou prejudicado por uma contusão no início da competição). Outra novidade foi o retorno de Ademir Bahia, que ocupou o lugar de Heltinho entre os onze iniciais.

Pressionado por dois empates seguidos, o Grêmio Prudente começou o jogo partindo para cima do clube mariano. Já nos primeiros instantes a pequena torcida da casa reclamou bastante de um suposto pênalti ignorado pelo árbitro Luis Fábio Abel de Almeida quando Rudimar se enroscou com Soller dentro da área.

O Esquadrão da Fé não demorou em responder, obrigando o goleiro Weide a defender um tiro de longa distância do armador Thiago Amaral. Na cobrança de escanteio o arqueiro voltou a se superar em cabeçada certeira de Celito. Pouco tempo depois foi a vez de Kairo, que no ano passado atuou em Assis, colocar Carlão para trabalhar em chute venenoso de fora da área.

Apesar do esforço das equipes, os lances mais perigosos do 1º tempo se originaram de bolas paradas. Enquanto Thiago Amaral, Lucas Santos e Thiaguinho se revezaram nas tentativas pelo lado vocemista, Leandro Santos foi autor das cobranças mais perigosas no Grêmio Prudente.

Cumprindo papel fundamental na recomposição do setor ofensivo, Ademir Bahia ainda teve uma boa oportunidade antes do intervalo, mas não conseguiu alcançar o passe em profundidade e acabou travado pelo goleiro. Sem sucesso, os dois times tiveram mesmo que se contentar com 0x0 parcial.

Buscando mudanças, o treinador Rogério Ferreira Pinto, o "China", não perdeu tempo em modificar sua equipe. Já no retorno dos vestiários ele promoveu a troca de Luiz Gustavo por Augusto, incluindo Éder na vaga de Kairo com menos de 10 minutos. De fôlego renovado o clube prudentino continuou investindo no ataque: logo no início da etapa complementar, em cruzamento traiçoeiro do estreante Luciano Gigante, o atacante Rudimar desviou e Carlão salvou no reflexo.

Marcação do clube mariano foi bastante exigida
O arqueiro vocemista continuou se virando com as investidas rivais, principalmente nas bolas alçadas à grande área. No desespero o Grêmio tentou até mesmo cavar um pênalti, mas a o trio de arbitragem não embarcou na onda. Utilizando sua última alteração aos 22 minutos, o time de Presidente Prudente apostou em Eliel no lugar de Rudimar,  abrindo mão de uma referência em sua linha de frente para imprimir maior velocidade pelo setor.

Contudo, a iniciativa seguia esbarrando na marcação imposta pelo Esquadrão da Fé. Mesmo com a pressão dos anfitriões, o VOCEM se mantinha bem postado na defesa. Os laterais Ivan e Celsinho auxiliavam a zaga composta por Celito e Rafael Santos, enquanto Soller, Lucas Santos e Thiaguinho mantinham a regularidade pelo meio. Faltava apenas encaixar um contragolpe mortal. Porém, com Thiago Amaral e Ademir sobrecarregados na cobertura, Vanilson acabava isolado no ataque.

No melhor lance do trio a bola sobrou para Amaral, que cortou seu marcador com brilhantismo e bateu consciente por cima do goleiro, tirando tinta da trave. Lucas Santos também levantou o torcedor quando invadiu a área fazendo fila, sendo posteriormente travado por um adversário. Sentindo a possibilidade da vitória, o técnico Buião substituiu o esgotado Ademir Bahia pelo artilheiro Heltinho, mas na reta final do confronto foi a defesa bordô e branca que voltou a ser exigida.

Ainda sem entrosamento com seus novos companheiros, Luciano Gigante chamou a responsabilidade no Grêmio Prudente e quase complicou a marcação do clube mariano na base do individualismo. Em uma rápida escapada ele sofreu a falta e mergulhou dentro da área, ludibriando o juiz Luis Fábio Abel de Almeida, que assinalou o pênalti. Por sorte um dos auxiliares mostrou personalidade, corrigindo a marcação para impedir tal equívoco.

Celito não aliviou para os adversários
A iniciativa revoltou os representantes da equipe prudentina, que passaram a reclamar insistentemente do trio de arbitragem. Tal comportamento se repetiria após o término da partida, em lamentáveis incidentes relatados na súmula do confronto. Os donos da casa também permaneceram incrédulos quando a bola explodiu duas vezes seguidas no travessão vocemista. Naquele momento parecia impossível que o Esquadrão da Fé saísse de campo derrotado.

Levando em conta as dificuldades defensivas, Buião tirou Ivan (pendurado com cartão amarelo) e incluiu Chico entre os onze iniciais, sacando também o volante Thiaguinho para a promover a estréia de Bruno. O time reagiu bem as mudanças e se mantinha compacto na defesa. Tudo conspirava para o empate sem gols, mas o acréscimo excessivo imposto pela arbitragem terminou por fazer toda a diferença.

Aos 49 minutos, Luis Fábio Abel de Almeida marcou uma falta frontal contra o VOCEM e o lateral Marcos Roberto acertou um chute de rara felicidade para delírio dos mandantes. Na comemoração o autor do tento levou cartão amarelo por tirar a camisa. O companheiro Éder se empolgou ainda mais e terminou expulso por insultar o quarto árbitro durante a celebração. No entanto, o maior castigo sobrou para o escrete mariano, que sequer teve tempo para esboçar reação e precisou voltar para casa digerindo seu segundo revés consecutivo.

Ficha Técnica:

Grêmio Prudente 1x0 VOCEM

Local: Estádio Municipal Paulo Constantino (Prudentão); Arbitragem: Luis Fábio Abel de Almeida (Árbitro), José Renato Cabral (Assistente 1), Wellington Bragantim Caetano (Assistente 2), Bruno Alexandre Soto (Quarto Árbitro); Gol: Marcos Roberto aos 49 minutos do 2º tempo; Cartões Amarelos: Marco Antônio, Luciano Gigante, Júlio, Rudimar, Marcos Roberto (Grêmio Prudente); Carlão, Thiaguinho, Tiago Soller, Rafael Santos (VOCEM); Expulsão: Éder (Grêmio Prudente).
VOCEM: Carlão; Ivan (Chico), Celito, Rafael Santos, Celsinho; Tiago Soller, Lucas Santos, Thiaguinho (Bruno); Thiago Amaral; Ademir Bahia (Heltinho) e Vanilson. Técnico: Antonio Carlos da Silva "Buião".
Grêmio Prudente: Weide; Luiz Gstavo (Augusto), Marco Antônio, Lucas Cezane, Marcos Roberto; Júlio, Mateus, Leandro Santos; Luciano Gigante, Kairo (Eder); Rudimar (Eliel). Técnico: Rogério Ferreira Pinto "China".

Assista aos melhores momentos da partida:


Próximo confronto:

A rodada do próximo domingo (04/05) marca o desfecho do 1º turno no Grupo 1. Precisando da vitória para se manter na zona de classificação, os vocemistas encaram o Osvaldo Cruz, no Tonicão, às 10h00. O duelo marca o reencontro do clube com Valter Zaparolli, técnico na histórica campanha de 1984 e atual presidente do Azulão. Depois de ingressar no estadual com duas derrotas, o rival vive um período de ascensão, tendo acumulado um empate contra o Grêmio Prudente e uma vitória de virada diante do PPFC em suas últimas exibições.

Fotos: Mauro Lima
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário: