domingo, 4 de maio de 2014

VOCEM 1x2 Osvaldo Cruz: A casa caiu!

Pouco inspirado, Esquadrão da Fé tropeça em pleno Tonicão e fecha o returno em posição desconfortável; Duelo marca o reencontro do clube mariano com Valter Zaparolli

Celito disputa a bola pelo alto
A fase realmente não está boa! Precisando reagir nesse Campeonato Paulista da Segunda Divisão, o VOCEM recebeu a equipe do Osvaldo Cruz no Tonicão, mas não conseguiu fazer valer o fator casa e acabou sofrendo sua terceira derrota consecutiva no estadual.

O revés não apenas impulsionou o Azulão à vice-liderança do Grupo 1, como também deixou o Esquadrão da Fé fora da zona de classificação direta à próxima fase pela primeira vez desde a abertura do torneio. A má fase acabou custando o cargo do técnico Buião, que teve sua saída anunciada logo após o apito final.

O jogo

Nem mesmo a necessidade de vitória diante de seus torcedores fez com que a comissão técnica vocemista abrisse mão do esquema defensivo imposto nas últimas partidas. A escalação do treinador Antonio Carlos da Silva era a mesma que perdeu o duelo para o Grêmio Prudente na rodada anterior aos 49 minutos do 2º tempo.

Porém, se no Prudentão o time terminou vitimado apenas no desfecho do embate, dessa vez a derrota se anunciaria já nos primeiros instantes. Em bola espirrada na área logo aos três minutos, a defesa marcou bobeira e Carlão ficou plantado embaixo das traves, assistindo o gol de cabeça do zagueiro Adinan. Uma verdadeira ducha de água fria nas expectativas do clube mariano.

Presidido por Valter Zaparolli, um dos treinadores mais marcantes na história do VOCEM, o Azulão confirmava sua ascensão na tabela depois de ingressar na Segundona 2014 com duas derrotas. Mas nem por isso apresentava um futebol vistoso. Fechados na defesa, os visitantes tinham como principais méritos a garra e vibração de seus atletas, limitando os espaços do ataque bordô e branco.

Excesso de cruzamentos facilitou a vida do Azulão
Em cobrança de falta o lateral Celsinho quase resolveu o problema, mas a bola explodiu no travessão. Sem inspiração, os vocemistas insistiam nos cruzamentos, consagrando o goleiro Otávio "Tato". O atacante Vanilson mais uma vez jogava isolado, tornando-se presa fácil para os zagueiros. Em um dos poucos lampejos ele quase marcou um golaço no Tonicão, porém, acabou se complicando depois de aplicar um chapéu no arqueiro adversário.

Insatisfeito com o setor ofensivo, Buião resolveu incluir o centroavante Igor aos 24 minutos, sacando o armador Thiago Amaral. A intenção era pressionar com três atacantes, mas a falta de um meia matou definitivamente a criação do time.

Pouco tempo depois o árbitro Cezar Luiz de Oliveira assinalou falta em Ademir "Bahia", mas foi um dos assistentes quem alertou o juiz de que o lance havia ocorrido dentro da área. Pênalti para o VOCEM. Com a polêmica, formou-se a confusão e as insistentes reclamações de Osvaldo Cruz resultaram na expulsão do goleiro reserva Pedro Roberto. Na cobrança o zagueiro Rafael Santos, que perdeu a braçadeira de capitão para Tiago Soller, não pegou bem na bola e facilitou a defesa de Otávio.

O torcedor mariano parecia não acreditar, mas logo na sequência Ademir dividiu com o goleiro e a bola sobrou para Lucas Santos, em posição duvidosa, só empurrar para as redes. Um gol que aliviou a tensão dos fiéis vocemistas. Contudo, tal alegria seria parcial.

Em dividida com um atacante rival, o goleiro Carlão acabou levando a pior, mas permaneceu em campo mesmo mancando. A insistência custou caro demais: em falha individual de Celito, Jhonny deu um lençol no camisa 1 e complementou para a meta mariana aos 43 minutos. O Azulão voltava à liderança do placar. E embora tenha tentado amenizar seu prejuízo antes do intervalo, o VOCEM precisou descer para os vestiários em desvantagem.

No retorno para a etapa complementar Buião foi obrigado a mexer novamente em sua equipe, incluindo Altenir no lugar do lesionado Carlão. Com cerca de 15 minutos o treinador também sacou Lucas Santos, um dos mais lúcidos em campo, para a entrada de Heltinho. Mas embora investisse no ataque, o Esquadrão da Fé continuava pecando pela falta de organização ofensiva.

Osvaldo Cruz segurou a vitória no Tonicão
O excesso de cruzamentos na área irritava profundamente o torcedor, principalmente pela tarde discreta dos laterais Ivan e Celsinho. Exposto ao contragolpe, o time de Assis sofria com as bolas longas em sua área, alçadas sempre pelo meia Dodô, mas ao menos Altenir demonstrava maior segurança embaixo dos paus. Do outro lado do campo, Otávio também se mantinha firme, realizando intervenções importantes. Em um tiro a queima roupa de Vanilson ele fez grande defesa, contando com a sorte no rebote quando a bola de Igor desviou em Ademir.

A situação do Azulão começou a se complicar quando o time perdeu dois jogadores expulsos em pouco mais de cinco minutos. Primeiro Alan foi punido com o segundo cartão amarelo por impedir a sequência de uma jogada com um toque de mão. Posteriormente foi a vez de Alef ir mais cedo para o chuveiro por atingir um rival com um carrinho.

Contudo, nem assim os vocemistas conseguiram se impor. Ao invés de tentar tocar a bola para fazer valer sua superioridade numérica, o clube mariano insistia nos cruzamentos, facilitando a vida dos oponentes. Celsinho ainda quase foi às redes ao pegar de primeira um cruzamento pela direita, mas a bola caprichosamente bateu na trave. Ivan também tentou a sorte com um tiro cruzado em uma das poucas vezes em que chegou a linha de fundo, mas o dia não era mesmo do VOCEM.

O apito final coroou não apenas a primeira vitória de Osvaldo Cruz na história do Tonicão, como também o terceiro tropeço consecutivo do time bordô e branco, deixando o Esquadrão da Fé em situação desconfortável na tabela. Após entregar o cargo, o técnico Buião teve sua demissão confirmada pela diretoria na porta dos vestiários. Profundamente irritado, o presidente Edson Fiúza prometeu outras mudanças em busca de reação. O nome do treinador substituto, responsável por liderar o VOCEM no returno da 1ª fase, deverá ser anunciado já nas próximas horas. Resta saber quem será o escolhido para essa missão...

Ficha Técnica:

VOCEM 1x2 Osvaldo Cruz

Local: Estádio Antônio Viana da Silva (Tonicão); Arbitragem: Cesar Luiz de Oliveira (Árbitro), Giulliano Neri Colisse (Assistente 1), Marcelo Ferreira da Silva (Assistente 2), Willer Fulgêncio Santos (Quarto Árbitro); Gols: Adinan aos 3', Lucas Santos aos 29' e Jhonny aos 43 do 1º tempo; Cartões Amarelos: Adinan, Tiago Peçanha, Otávio, Alan, Alef (Osvaldo Cruz); Igor, Tiago Soller e Vanilson (VOCEM); Expulsões: Pedro Roberto, Alan e Alef.
VOCEM: Carlão (Altenir); Ivan, Celito, Rafael Santos, Celsinho; Tiago Soller, Lucas Santos (Heltinho), Thiaguinho; Thiago Amaral (Igor); Ademir Bahia e Vanilson. Técnico: Antonio Carlos da Silva "Buião".
Osvaldo Cruz: Otávio; Marcos Junior, Lucas, Adinan, Tiago Peçanha (Marcos Vinicius); Eduardo, Henrique, Dodô (Vitor); Jhonny (Alef), Wilem "Dunga" e Alan. Técnico: Carlos Espinoza.

Assista aos melhores momentos da partida:

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário: